Destaques

Ronco

Apesar de ser tradado com humor, na verdade, o ronco é um sinal de alguma doença e deve ser levado a sério, pois pode causar riscos à saúde. O ato de roncar é mais frequente em homens, pessoas com mais idade e obesos. Durante o sono, os tecidos da garganta relaxam, ocorrendo estreitamento das vias respiratórias, que podem bloquear a passagem do ar. Daí se inicia um processo de vibração na garganta, gerando o ruído do ronco.

As causas podem ser inúmeras: obesidade, gordura na região do pescoço, consumo de álcool, amígdalas grandes, desvio de septo, rinite ou sinusite, queixo pequeno, rosto desproporcional, posição dos dentes, etc. Os sintomas são sonolência, fadiga e queda de rendimento em atividades diurnas. Pessoas que roncam não estão recebendo qualidade suficiente no sono, pois falta oxigênio no sistema para que o corpo realize suas funções vitais.

Os tratamentos variam conforme a causa geradora do ronco. Confira abaixo dicas para ajudar a parar de roncar:

Perca peso;
Diminua o consumo de álcool;
Trate alergias respiratórias, como rinite, por exemplo;
Durma de lado;
Alinhe a mordida dos dentes;
Use dilatador nasal;
Evite respirar pela boca.