Farmácia Agafarma. Sinta-se bem, sinta-se em casa

Destaques

Perceba possíveis doenças pelas unhas

Suas unhas e mãos precisam de cuidado diário com o poder da queratina, da vitamina E e do óleo de semente de girassol de Vasenol Mãos e Unhas. Olhe para as mãos e veja como estão as suas unhas. Percebe manchas diferentes? Estão quebradiças? A espessura está normal? Qual a coloração delas? Caso note algo incomum, atenção! O seu corpo talvez esteja sinalizando possíveis enfermidades associadas.

“Alterações devem ser observadas com rigor, pois podem significar desde falta de nutrientes, estresse e micoses até problemas mais sérios, como diabetes, disfunções hormonais ou insuficiência renal”, alerta Angélica Pimenta, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Veja como identificar esses e outros possíveis problemas.

Manchas esbranquiçadas: estão relacionadas à anemia, à carência de zinco e proteínas, a dermatites de contato (alergias a esmaltes, sabões, detergentes), à psoríase, a micoses, à intoxicação por metais pesados ou à insuficiência renal. O uso de determinados medicamentos, como os remédios quimioterápicos e alguns antibióticos, também pode causar esses sinais, assim como tirar demais as cutículas sem os cuidados de higiene, deixando a porta aberta para outras doenças.

Manchas amareladas: essa característica é bem frequente em pessoas que fumam, pois a nicotina do cigarro muda a coloração das pontas dos dedos, assim como em quem usa esmaltes escuros com frequência. Se nenhum dos dois for o seu caso, a causa pode vir do consumo de antibióticos, da ingestão em excesso de betacaroteno (precursor da vitamina A, encontrado na cenoura, na beterraba e no mamão, entre outras frutas e verduras de tonalidade alaranjada), de diabetes, de micoses, de males do fígado ou de infecção fúngica.

Totalmente amareladas, espessas e sem crescimento: pode haver algum problema ligado a distúrbios pulmonares.

Pontos arroxeados ou azulados:  em alguns casos, significa que há falta de oxigenação no corpo – o que indica uma possível infecção nos pulmões. Também vale investigar a existência de micoses, tumores, ingestão de remédios coagulantes, problemas cardíacos ou lúpus eritematoso.

Metade branca, metade avermelhada: sinal de possíveis problemas renais.

Esverdeadas ou com inchaços, vermelhidão e dor que se expande ao redor dos dedos: sugerem alguma infecção bacteriana ou micose.

Faixas escuras: se surgirem essas linhas, procure o médico o mais rápido possível, pois pode ser câncer de pele. Em alguns casos, pode ser também disfunções hormonais e micoses.

Ondulações: geralmente são consequência de traumas causados pelo uso da espátula de empurrar cutícula com muita força. Caso não tenha ido à manicure recentemente, atenção! Esse sinal aponta anemia, doença cardíaca ou pulmonar.

Fragilidade, sequidão e tendência à descamação: são indicações de falta de cálcio, de zinco e de vitaminas A, B e E (nutrientes presentes na unha) ou de carência de ferro. Em casos mais graves, apontam anemia ou hipotireoidismo. Fonte: www.portalvital.com