Farmácia Agafarma. Sinta-se bem, sinta-se em casa

Destaques

É possível usar o açúcar de maneira saudável!

Qual a forma correta de adoçar o cafezinho, o suco ou chá? É fato comprovado que o consumo excessivo de açúcar é prejudicial à saúde, devendo ser evitado em prol de uma alimentação saudável. No entanto, o uso de adoçantes em excesso também não é o indicado.
Existem outras formas saudáveis e sem abusar das calorias para adoçar a bebida. Evite adoçar os sucos de frutas naturais, sinta o sabor doce da fruta. A adaptação para o paladar menos doce é o primeiro passo para evitar que toda preparação seja adoçada.

O açúcar cristal, o refinado e o de confeiteiro são os mais populares no mercado, porém apresentam um alto índice glicêmico e menos nutrientes, devido às etapas de processo industrial às quais são submetidos. O açúcar orgânico é cultivado sem fertilizantes químicos desde o plantio até a sua etapa final. As características nutricionais são mantidas, apresentando uma maior quantidade de vitaminas e minerais.
O açúcar light é uma mistura do açúcar (sacarose) com adoçantes (sucralose, ciclamato ou sacarina). Por este motivo, não apresenta o gosto residual dos adoçantes em geral. Seu valor calórico não é tão baixo em comparação ao dos adoçantes. Costuma-se dizer que o açúcar light é um intermediário entre o açúcar refinado e o adoçante. O seu consumo é contra indicado para indivíduos diabéticos.

A famosa frutose é o próprio açúcar presente nas frutas, com poder de adoçar bem maior do que a sacarose. Já o açúcar mascavo não passa por nenhum processo de refinamento, mantendo suas características nutricionais. Existe ainda o demerara, bastante semelhante ao açúcar mascavo. A única diferença é que ele não altera o sabor dos alimentos.
Os adoçantes, embora pareçam iguais, têm características diferentes: os adoçantes artificiais são indicados para diabéticos e os naturais para indivíduos em geral. Os naturais são compostos por frutose, glicose, sacarose, stévia, etc. Os artificiais são comumente conhecidos como edulcorantes.
Apesar de não terem calorias, os adoçantes artificiais apresentam diversos aditivos químicos, como aspartame e sacarina, alguns deles comprovadamente prejudiciais à saúde a longo prazo. Estudos apontam que o excesso destas substâncias pode causar alterações genéticas e alguns tipos de câncer. Se for optar pelo uso de adoçantes, prefira os naturais como stévia e sucralose.

Se a sua taxa de glicose é estável, prefira os açúcares light, orgânico ou mascavo. Existem ainda outras opções para adoçar as preparações de forma saudável, como o açúcar de coco (natural, baixo índice glicêmico e rico em vitaminas e minerais), o xarope de agave (natural, de baixo índice glicêmico, rico em vitaminas e minerais e com ótimo poder adoçante) e o mel (natural e com boa fonte de vitaminas e minerais), que deve ser orgânico e utilizado puro.
A tâmara é outra opção. Naturalmente doce, pode ser misturada em sucos, bolos, cremes e mouses. Para finalizar, o maple syrup também pode ser usado. Naturalmente orgânico, tem alto índice glicêmico, contém vitaminas e minerais. Ele deve ser associado a alimentos que possam diminuir o seu índice glicêmico.
Sempre alterne as formas de adoçar os alimentos e use sempre com moderação. Não abuse do açúcar e reduza o uso de adoçantes. Fonte:globoesporte.globo.com/nutricao