Farmácia Agafarma. Sinta-se bem, sinta-se em casa

Destaques

Dá para evitar o envelhecimento?

Se você está atrás de uma fórmula mágica que detenha o processo de envelhecimento, lamentamos informar que ela não existe: a natureza humana é mesmo implacável. Mas a boa notícia é que, ao contrário do que acontecia antigamente, quando se vivia menos e quase não se falava em qualidade de vida, envelhecer hoje em dia é diferente, especialmente para quem investe em hábitos saudáveis e no bom humor.

Ao lado do avanço da medicina, o aumento da expectativa de vida está relacionado diretamente à melhoria das condições sanitárias e do modo de viver da sociedade moderna como um todo. Viver mais, entretanto, não significa necessariamente viver bem. Para conquistarmos uma vida longeva e saudável, precisamos investir intensamente em bons hábitos. E, quanto mais cedo, melhor.

Quer dizer, especialistas são unânimes em dizer que não há como vencer o processo natural de envelhecimento, até porque sua velocidade depende basicamente das informações contidas nos genes, mas podemos fazer com ele seja bem menos agressivo.

Comportamentos nocivos

Pesquisas indicam que os maus hábitos são a principal engrenagem de aceleração da nossa ‘máquina do tempo’. Eis os principais vilões: cigarro, alimentação inadequada, excesso de bebida alcoólica, sedentarismo e estresse.

É claro que a gente já ouviu falar disso muitas vezes, mas a verdade é que poucas pessoas levam essas premissas realmente a sério – e são elas que têm mais chances de conquistar uma velhice saudável.

Mas não queremos dizer aqui que a pessoa que se preocupa com seu bem-estar físico e emocional estará totalmente livre de doenças. Mas quem se cuida com certeza terá muito mais disposição e força para lidar com os contratempos da vida.

Em compensação, o recado para quem não é adepto de um estilo de vida muito saudável é um só: nunca é tarde para reparar certos estragos, principalmente os causados pelo cigarro, bebida e falta de atividades físicas. Que tal começar agora?

Dicas de alimentação

Embora este tema seja largamente discutido, é sempre bom frisar que uma dieta balanceada e nutritiva é fundamental para a boa saúde do corpo. Nesse sentido, vale repetir que:

– A carne vermelha, com moderação, também é importante para nossa nutrição;
– Frutas, verduras e legumes devem fazer parte de nossas refeições diárias. E o que vale é a diversidade: quanto mais colorido um prato, melhor!
– Deve-se tomar bastante água, entre dois e três litros diários;
– Embora a gordura seja vista como uma vilã, é importante lembrar que existe a ‘gordura do bem’, que deve constar de nossa dieta. É o caso do ômega 3, presente principalmente em peixes;
– Deve-se evitar embutidos e o excesso de sal e açúcar.

Exercitar-se é a chave da saúde!

Quando envelhecemos, nosso corpo começa a perder a tônus muscular, ficando cada vez mais fraco e flácido. Não precisamos dizer que o sedentarismo só piora essa situação, não é verdade?

Exercícios devem fazer parte da nossa vida e nem precisamos passar a tarde inteira na academia para ter algum resultado positivo. Trinta minutos de caminhada ou exercícios, quatro vezes por semana, são mais do que suficientes para nosso corpo apresentar mais disposição e saúde.

Como dizem, rir é mesmo o melhor remédio!

Além dos efeitos negativos sofridos pelo consumo de tabaco e cigarro, nosso bem-estar tem outro grande vilão: o estresse. É isso mesmo: além de comprovar que o nervosismo e o constante mau humor potencializam o risco de doenças, pesquisas têm mostrado que uma boa sessão de risadas pode trazer ótimos benefícios para nossa saúde.

E isso, sem dúvida, contribui para um melhor envelhecimento. Por isso, tente fazer do bom humor seu companheiro. Sua saúde agradecerá com uma velhice muito mais saudável!

Fonte: Jonhson & Johnson